fbpx
Estoque

Loja virtual com estoque terceirizado: como funciona?

Loja virtual com estoque terceirizado: como funciona?
Tempo de leitura: 6 minutos

Em virtude da dificuldade em manter o estoque em alta e a disponibilidade de produtos variada, muitos gestores vem optando pelo estoque terceirizado. Dependendo do modelo do negócio, essa estratégia pode ser muito benéfica.

Mas afinal, o que significa ter um estoque terceirizado? Quais as vantagens e desvantagens de terceirizar o estoque?
No artigo a seguir, reunimos tudo o que você precisa saber para controlar seu estoque, otimizar custos e ter uma operação de e-commerce eficiente. Confira!

O que é um estoque terceirizado?

Há duas formas de terceirizar o seu estoque, cada uma com um objetivo diferente. A primeira delas é utilizar o estoque do seu fornecedor, sem precisar incorporar todo o custo de armazenagem para si. A outra é utilizar um operador logístico, que fará a armazenagem e expedição da mercadoria que, nesta modalidade, é sua.

Como trabalhar com o estoque do fornecedor

Uma loja virtual com estoque do fornecedor consiste em contratar o distribuidor das mercadorias para gerir os pedidos e lidar com separação, controle de estoque e, dependendo do modelo de terceirização adotado, também o despacho da mercadoria.

Funciona da seguinte forma: assim que um cliente faz a compra, o pedido é enviado diretamente ao sistema do fornecedor. Este fica responsável por separar o pedido, controlar o estoque dos produtos e, por fim, enviar a mercadoria para o cliente.

O que é e como funciona um operador logístico

Um operador logístico é uma empresa com grande capacidade de armazenagem e preparo, tanto em termos de espaço, como pessoal e organização, para acomodar o seu estoque.

Quando você utiliza um operador logístico, a compra da sua mercadoria vai direto para o armazém do operador. Por isso, ele será o responsável pela recepção, conferência e alocação.

Quando você vende pedidos, ele também é responsável pelo processo de picking e packing, além de expedição e EDI com as transportadoras.

Alta disponibilidade de produtos

Ao trabalhar com o estoque do seu fornecedor, o estoque de todas as mercadorias estará centralizado na estrutura dos próprios fornecedores ou do seu operador logístico. Portanto, é praticamente impossível existir indisponibilidade de qualquer produto, salvo por limitações de fabricação.

Desta forma, mesmo que a demanda por um produto específico seja alta, ele vai estar armazenado em grande quantidade. Isso evitará que o cliente se depare com a mensagem “Produto indisponível. Deixe seu e-mail para ser avisado quando ele retornar ao estoque!”.

Redução de custos

Manter os processos logísticos funcionais e ágeis não é barato. De fato, esses processos costumam ter um custo alto. Mas se você optar por terceirizar o estoque, todos estes gastos com estrutura serão transferidos para os centros distribuidores.

Isso acontece porque, no momento em que um pedido é efetivado, ele é enviado para o sistema dos fornecedores. Assim, são eles que precisam alocar todos os recursos humanos, espaciais e tecnológicos (colaboradores, armazéns, maquinário e sistemas de informação) para manter a operação efetiva.

Expansão de categorias

Esta é mais uma das vantagens que a terceirização de estoque oferece. Uma vez que não é necessário alocar altos recursos financeiros para formar estoque em armazém próprio, é possível aumentar a variedade de produtos oferecidos.

Por meio de parcerias com fabricantes e fornecedores, você pode vender produtos bastante específicos e de nicho. Em outras palavras, você não precisa tê-los em estoque, pois estão disponíveis nos fornecedores.

Prazo de entrega, preço e custo de frete

Um grande benefício de trabalhar com estoque do fornecedor ou operador logístico é usufruir da vantagem geográfica, dificilmente alcançada sozinha.

Se o parceiro possua um centro de distribuição localizado próximo aos grandes centros urbanos, você observará algumas vantagens, como por exemplo:

  • O custo final da mercadoria mais baixo, afinal, dependendo de onde você estiver, não precisará levar a mercadoria até você e depois de volta ao seu cliente.
  • O prazo de entrega menor, dependendo novamente da localização. Isso é um diferencial na conversão das vendas.
  • A mesma regra se aplica ao custo do frete. Entregar para um cliente em São Paulo estando no Rio Grande do Sul incumbe altos custos de frete. Se você utilizar a Pier8, já estará com presença em São Paulo, por exemplo.
  • Um operador logístico reduz seus custos com pessoal, já que não será necessário contratar um time para operar seu estoque.

Quando terceirizar o estoque

Como vimos, o estoque terceirizado pode ser bastante benéfico para modelos específicos de negócio. Para outros, no entanto, não é tão recomendável quanto o modelo tradicional.

Caso o e-commerce seja pequeno e ainda não tenha uma demanda gigante, a alternativa acaba sendo pouco viável. Ter um armazém próprio seria o ideal para ter um controle maior da mercadoria nestes casos.

Diversas empresas já utilizam serviços de estoque terceirizado. Além disso, alguns operadores logísticos, como a Pier 8, oferecem serviços personalizados para esta modalidade de estoque.

Cabe observar, porém, que a terceirização de estoque traz custos com software. Como os dados de venda, transporte, estoque estarão alocados em um sistema externo, será necessário usar uma solução integrada para obter o mesmo controle que se teria com um sistema tradicional. De modo semelhante, o processo de devolução pode ser mais complexo e a margem de lucro sobre produtos pode ser menor caso essa adoção eleve os custos.

Anúncio:

Certifique-se de escolher um sistema de gestão robusto para automatizar os processos e facilitar sua vida. Caso contrário, você irá se perder com tantas planilhas! Pode parecer fácil no começo, mas logo vai ser um pesadelo.

O ERP Eccosys te ajuda no controle de estoque e gestão do seu e-commerce!

Por fim, é importante destacar que a definição do modelo ideal para controle de estoque exige uma análise detalhada de todo o e-commerce, como gama de clientes, tamanho do e-commerce, demanda de pedidos e custos gerais. Em seguida, cruze os gastos atuais com as projeções frente a uma possível migração para estoque terceirizado.

E-book grátis

Quer saber mais sobre como trabalhar com um operador logístico? Então confira o e-book grátis que preparamos sobre essa modalidade de estoque!

Qual o seu modelo de controle de estoque preferido? Encontrou alguma dificuldade no modelo pelo qual você optou? Conte a sua experiência pra gente nos comentários!

Sobre o ERP Eccosys

O Eccosys é um ERP na nuvem, focado no e-commerce e suas necessidades. Indicado para lojas virtuais que buscam um alto volume de vendas, suas ferramentas permitem crescer com uma operação robusta e otimizada. Dentre as funcionalidades mais importantes, destacam-se a integração completa com as principais plataformas, hubs de marketplaces e operadores logísticos do mercado. Facilite sua rotina com um processamento ágil de pedidos e a emissão automática de NF-e. Faça o teste grátis por 15 dias! Saiba mais em: eccosys.com.br.
12 Comentários
  1. Silas 8 anos atrás
    Responder

    Bom saber.

    • Omar Ajoue 8 anos atrás
      Responder

      Olá Silas!
      que bom saber. Fique a vontade para acompanhar sempre nosso blog.
      Se preferir, curta nossa página no Facebook que postamos dicas todas as semanas: https://www.facebook.com/eccosys

  2. Milton 7 anos atrás
    Responder

    Estou iniciando uma pequena operação comercial para verificar a viabilidade do negócio. Trata-se de um e-commerce de apenas duas marcas de destilados e estoque bem pequeno. Como não possuímos ponto físico, gostaria de saber se é viável a terceirização desse tipo de estoque. Gostaríamos apenas de contratar a estocagem.

  3. Oi Milton!

    Tecnicamente é possível sim, vale a pena verificar com o seu operador logístico de escolha se ele consegue / sabe lidar com este tipo de material.

    Abs.

  4. Luiz 6 anos atrás
    Responder

    Problema é, usar Banco de dados do estoque do fornecedor no seu site.
    Anunciar , vender e seu fornecedor não tiver mais em estoque, e ai ?

  5. Omar Ajoue 6 anos atrás
    Responder

    Oi Luiz!

    Esse é um problema bem chato e pode acontecer! Pra trabalhar com esse modelo, é importante seguir algumas ressalvas:

    1) Tenha um fornecedor backup. Se você vende aparelhos de barbear, no último caso, vá a uma farmácia, compre um barbeador lá e entregue. Mesmo que tenha prejuizo, a experiencia do seu cliente tem que estar acima.
    2) Trabalhe sempre com uma margem de segurança: se o seu fornecedor possui 10 barbeadores em estoque (produto com giro alto), a ruptura é muito possível, então, tenha uma boa margem de segurança; só venda se seu fornecedor tiver acima de 100 ou 300 unidades, por exemplo. O chato é que isso é um crivo feito por produto.
    Se for um barbeador de lâmina convencional descartável, o estoque de reserva tem que ser alto (100 ou 300 unidades), mas se for um barbeador elétrico top de linha, um estoque de 10 unidades seria suficiente como segurança
    3) Caso seu fornecedor esteja com o estoque dele abaixo de x unidades (que você define no ítem acima), é melhor nem vender o produto. Deixe como indisponível e se notar que é um produto muito buscado na sua loja, ao invés de trabalhar com o estoque do fornecedor, adquira as peças e trabalhe com o seu estoque.

    Trabalhar com o estoque do fornecedor inicialmente é uma boa idéia pra começar e ter um termômetro de como o seu público tem demanda pelos ítens vendidos.

    Uma vez que você tenha essa medição, por uma simples questão de competitividade, vale a pena adquirir a mercadoria e passar a trabalhar com ela in-house; pelo menos os 20% de produtos mais vendidos.

    Espero ter ajudado!

  6. E qual seria o prazo de entrega ? exemplo RJ x RJ

  7. Marcos martinez 4 anos atrás
    Responder

    Osmar ajoue Muito boa suas explicações…
    Mais gostaria de saber como faço para trabalhar com o estoque de um fornecedor ou melhor como faço para conseguir este fornecedor, teria que entrar em contato direto com essas empresas e como acha las?

    • Omar Ajoue 4 anos atrás
      Responder

      Olá, Marcos! Que bom que gostou do artigo 🙂

      Com relação aos fornecedores, é isso mesmo. O ideal seria entrar em contato com as empresas que você gostaria de trabalhar, de acordo com o seu segmento, e verificar as possibilidades.
      Também é interessante pesquisar sobre algumas modalidades bastante utilizadas no e-commerce, como o crossdocking e dropshipping.
      Espero ter ajudado!

      • victor Henrique 3 anos atrás
        Responder

        Gostaria de saber como faço para quando eu vender na minha loja um produto de fora do brasil , uma empresa busque esse produto que vem do fornecedor e leve para o cliente .

  8. Sirlei 3 anos atrás
    Responder

    Estou pensando em montar uma loja virtual com estoque terceirizado de peças fabricadas por um parente, porém ela é de São Paulo e eu do Paraná, qual seria a melhor forma de trabalhar ??
    Obrigado

    • Fábio Andrade 3 anos atrás
      Responder

      Olá, Sirlei!

      Acredito que a melhor estratégia dependa de alguns pontos importantes, como o espaço físico para armazenamento das peças, principais destinos dos pedidos, custo e prazo do frete…

      Se você pretende encomendar a mercadoria do fornecedor após receber um pedido, e depois enviá-la ao cliente a partir da sua loja/centro de distribuição, sugiro que pesquise um pouco mais sobre o modelo de crossdocking.

      Caso haja a possibilidade de o próprio fabricante enviar o produto para o consumidor final quando o pedido for realizado, a sugestão seria pesquisar sobre o modelo de dropshipping.

      Espero ter ajudado!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.

Recomendações